Resenha de produto: deo colônia L’Occitane au Brésil Ninfa das Águas

Por Maria Cecília Prado em 29/06 | 0 |

Sabe uma coisa que adoro nas fragrâncias desenvolvidas pela marca de beleza L’Occitane au Brésil? Quase todas têm uma pegada meio retrô. São, no geral, aromas delicados, bem femininos (quando o perfume é direcionado para esse público, claro) e, ao mesmo tempo em que combinam muito com uma mulher moderna, sempre trazem algo que remete a memórias passadas, a um cheiro gostoso sentido em um momento prazeroso da nossa vida. Esta aqui, lançada um tempinho atrás (um pouco antes do Dia das Mães), recupera o tema da vitória-régia (flor amazônica que já dá nome a outra linha da empresa) e traz uma harmonia perfumada inspirada nessa flor. Em outras palavras, mistura notas florais (de muguet e de rosa damascena, entre outras) e notas aquáticas (que trazem a sensação de leveza, de transparência), mas tem um fundo um pouquinho mais envolvente, graças a presença do âmbar e do musk no arranjo. O resultado é muito agradável e, claro, segue bem o espírito que mencionei logo no início da resenha: tem um leve tempero old fashion (no melhor dos sentidos). Atenção para o frasco lindinho, lindinho, lapidado com detalhes que remetem a pétalas. Foi criado pela designer Dani Cabral e é a cerejinha do bolo!

Também é bom saber

Além da deo colônia, a linha Ninfa das Águas inclui outros produtos de beleza:  um sabonete em barra, um sérum para as mãos e um sérum corporal. Sérum, neste caso aqui, significa um fluido hidratante com consistência meio gelificada, textura levíssima e espalhe e secagem bem rápidos. Ando usando o de mãos e gostando muito – tem aquele tamanho pequeno perfeito para a gente carregar na bolsa (30 ml) e é ótimo para aplicar e reaplicar ao longo do dia, pois não deixa resíduos oleosos na roupa ou nas teclas do computador.

Comentários

~ comentário Comentar

  • carregando...
  • Nenhum comentário.
Ver mais 96 comentários