Lancôme Cushion Miracle: a primeira base tipo cushion chega ao Brasil

Por Maria Cecília Prado em 06/07 | 0 |

beleza-beauty-editor-maquiagem-cores-e-tendencias-base-cushion-nova-textura-lancome

Prepare-se: uma nova invasão asiática está prestes a acontecer no mundo da maquiagem. Ou melhor, está acontecendo há mais ou menos um ano, quando a primeira base cushion saiu da Coréia para conquistar o mercado internacional. É aqui no Brasil que a categoria está estreando agora, e daí o motivo deste post. Com a chegada da Cushion Miracle, da Lancôme, (que já disponível em algumas perfumarias premium e que você pode ver acima), finalmente vamos ter acesso fácil a essa inovação.

Mas o que é uma base cushion, afinal? O conceito, desenvolvido originalmente pela marca coreana Amore Pacific, é este: uma base líquida, com consistência ligeiramente viscosa, é impregnada em uma esponja circular, superporosa, e embutida em um estojo. E o que a consumidora ganha com esse tipo de tecnologia? As duas vantagens principais não são nada desprezíveis. A primeira é a praticidade: carregar uma base líquida no nécessaire ou na bolsa fica muito, muito mais fácil, porque, por estar embebida na esponja, ela não vaza. A segunda é obter um upgrade no acabamento: ao ser armazenada na esponja, a base fica mais aerada, mais leve. E com isso, mais versátil: dá para conseguir desde um acabamento quase transparente (similar ao de um BB Cream) a uma alta cobertura, apenas acrescentando camadas – sendo que o efeito final é sempre leve e natural.

Hoje, na Coréia, a tecnologia cushion chegou também aos primers e aos filtros solares. Mas a precursora, a CC Cushion Compact da Amore Pacific, se mantém no hit parade como um must have (eu nunca experimentei, mas quem usa, ama – a Isabella Fiorentino, por exemplo, já fez juras de amor a ela em uma conversa que tivemos ano passado).

E a da Lancôme, como é? Hoje pela manhã estive no lançamento e  já fui logo testando. A simplicidade de uso é realmente impressionante: basta apertar a esponja com o aplicador (na verdade, uma outra esponja, mais fininha e de poliuretano, que vem junto no estojo) e depois ir aplicando no rosto, com toquinhos ou movimentos deslizantes (ou uma combinação de ambos). O vídeo rapidinho que fiz por lá pode ajudar na visualização:

E ela tem outros benefícios. É muito fresca (frescor que se mantém por algumas horas após a aplicação – pude sentir na pele). Tem luminosidade mas não é oleosa. E, por fim, apresenta filtro solar FPS 23 (com fator de proteção UVA categoria +++, bem alto). Outras três dicas bem importantes que obtive durante a apresentação:

* a base costuma durar cerca de três meses quando utilizada de uma a duas vezes ao dia. Se você alterna o uso com outros produtos, a durabilidade aumenta.

* ela não seca dentro da esponja. Foi uma das primeiras coisas que perguntei, e o Régis Sodré, makeup artist da Lancôme no Brasil, garantiu que ela permanece fluida mesmo muito tempo depois de aberta (só vale lembrar que bases têm vida útil, em termos de contaminação externa, de cerca de seis meses – depois disso, o mais recomendável é descartar, por melhor que seja a qualidade do produto).

* não pode, de jeito nenhum, usar pincel ou o dedo para aplicar este cosmético. O pincel, porque não vai funcionar muito bem. O dedo, porque pode contaminar a esponja que armazena a base. E se perder a esponjinha aplicadora? Comprar uma outra, similar, em uma perfumaria, é a melhor opção.

Vou continuar usando o produto nos próximos tempos, e prometo, em breve, fazer uma review detalhada com as minhas impressões. Enquanto isso, quem já usou pode dividir suas observações aqui embaixo, nos comentários. É o seu caso? Então escreva, vou adorar saber sua opinião!

Foto: divulgação Lancôme
Vídeo: Maria Cecília Prado

 

Comentários

~ comentário Comentar

  • carregando...
  • Nenhum comentário.
Ver mais 96 comentários