Batom MAC Retro Matte: um clássico volta (de cara nova) às lojas

Por Maria Cecília Prado em 30/10 | 0 |

beleza-maquiagem-cores-tendência-mac-batom-retro-matte-beauty-editor-1

Quem não vive sem um bom batom opaco pode ir ficando animada. Nesta sexta-feira, dia 1/11, chega às lojas uma das coleções mais esperadas da maquiagem MAC: a Retro Matte, que, como o nome já diz, tem batons mate, muito mate, como seus protagonistas.

Antes de detalhar os lançamentos, vale contar um pouco da história dessa gama de produtos que já (re) nasce predestinada ao sucesso. Quando a MAC surgiu, nos anos 1980 (lá no gelado Canadá, como uma linha voltada para profissionais), lançou batons com quatro tipos de acabamento, entre eles o mate. A textura era raridade naqueles tempos, e logo virou sinônimo da marca. Gordon Spinet, vice-presidente global de maquiagem artística, já trabalhava na MAC na época e conta que a coisa era até engraçada: as pessoas chegavam às lojas procurando o batom mate MAC (tipo nome e sobrenome, sabe?). Verdadeira febre.

O tempo passou, as preferências das mulheres mudaram e, depois de um período glorioso nos anos 1990 – durante o qual foi o acabamento mais vendido da grife – o batom opaco acabou ficando de escanteio, perdendo espaço para outras texturas e para o gloss. Mas com o retorno do batom poderoso aos nécessaires femininos nos últimos anos – e com uma nova onda de devoção mundial ao Ruby Woo, a única cor remanescente das texturas mate originais -, a MAC identificou uma boa oportunidade de promover o retorno do mate com alta cobertura, bem seco, um batom de longa duração e efeito arrasador. E assim atingimos este exato momento, no qual a coleção Retro Matte desembarca nas prateleiras.

beleza-maquiagem-cores-tendência-mac-batom-retro-matte-cores-clássicas-beauty-editor-ok

Ela incorpora o Ruby Woo (o vermelho puro à direita na foto) e traz mais sete cores novas. Três que poderiam, assim como o Ruby (que intimidade…), ser classificadas como clássicas ou neutras: Fixed on Drama (vinho), Runway Hit (nude) e Steady Going (rosinha). Primeiro, segundo e terceiro, partindo da esquerda.

beleza-maquiagem-cores-tendência-mac-batom-retro-matte-cores-vivas-beauty-editor-ok

Os outros quatro tons lançados se encaixam mais na categoria dos batons vibrantes. São 0 Flat Out Fabulous, um ameixa vivo, o All Fired Up, um fuchsia sujo (meu favorito de todos!), o Rentlessly Red, que apesar de ter vermelho no nome está mais para o coral, e o Dangerous, um vermelho alaranjado megalindo também.

beleza-maquiagem-cores-tendência-mac-batom-retro-matte-lápis-beauty-editor-ok

Oito lápis para o contorno dos lábios da gama Pro Long Wear (de longa duração) acompanham os batons – têm nuances correspondentes a eles.

E já que tive a oportunidade de perguntar ao Gordon detalhes sobre a história do Retro Matte, aproveitei para checar também quais são os seus tons favoritos e como ele aconselha usá-los. O maquiador me contou que sua paixão são os batons mais vibrantes e que, para ele, uma mulher produzida com uma boca seca e bem colorida exala sofisticação, elegância e segurança. Mas aconselha: esse tipo de produto pede minimalismo no acompanhamento. “Mantenha o resto simples” é seu lema. O que pode ser traduzido por  pele bem feita (com toques de iluminação aqui e ali), máscara para cílios, sombras neutras e leves nas pálpebras e toques sutis de blush para definir maçãs do rosto e e seus contornos. Convenhamos, você não vai mesmo precisar de mais nada para criar um look de estrela com um desses cosméticos…

Update (outubro/2015): quer saber quais são as cores mais atuais dos batons Retro Matte? Então leia este post aqui.

Fotos: divulgação MAC

Comentários

~ comentários Comentar

  • carregando...
  • Nenhum comentário.
Ver mais 96 comentários