Blog das convidadas

Quatro amigas e os makes viajantes

As convidadas 1/3

Uma jornalista especializada em beleza, duas maquiadoras, uma repórter/blogger e uma única missão: avaliar em conjunto os lançamentos mais recentes de beleza e contar para você todas as nossas impressões e conclusões. Resenhas de produtos escritas a oito mãos por Carol Lapenda, Letícia Homsi, Luisa Suassuna e Maria Cecília Prado

Resenha de produto: pincel de maquiagem 21 Vult Contorno por #4amigas

Por Quatro amigas e os makes viajantes em 23/06 | 2 |

Este pincel de maquiagem – o número 21, específico para contorno facial, da Vult – é um entre os muitos acessórios com esse formato e essa finalidade que as marcas de beleza lançaram recentemente. Resolvemos aproveitar a febre para checar o que um pincel desse modelo efetivamente tem de diferente, aprender a usar e, no final do processo, dar todas as dicas para quem também anda curiosa sobre esse tipo de ferramenta de make. A seguir, todas as nossas impressões!

A opinião da Cecília

Sou apaixonada por pincéis de maquiagem e, confesso, tenho uma quantidade muito maior do que uma mulher normal costuma carregar no seu kit de make (simplesmente não consigo me desapegar de um pincelzinho bacana!). Quando recebi este aqui, da Vult, fiquei bastante curiosa em relação a ele: mesmo com tantos modelos diferentes no meu arsenal, nunca tinha me maquiado com uma ferramenta desse tipo. E, além disso, não sou lá muito adepta do contorno facial – gosto mesmo é de um blush estilo saúde e, no verão, de um bronzant que mimetize o efeito queimado de sol. Aprender a utilizá-lo seria uma experiência realmente nova.

Para poder usá-lo, recuperei no meu nécessaire de produtos para a pele esta paleta da Smashbox, minha favorita para questões de contorno com naturalidade. Utilizei o tom marrom mais frio para riscar o centro das bochechas e a área sob a mandíbula e, assim, analisar o funcionamento do pincel.

(Dica: sabe esse “mapa” de aplicação que dá para ver grudado no espelho da paleta da Smashbox? Ele é um ótimo guia para saber onde aplicar o produto de contorno!)

A empunhadura é boa e ele é bem intuitivo de se usar: é encaixar, bem retinho, na região a qual se quer dar um efeito de profundidade, e depois deslizar o produto na diagonal (no caso da bochecha – e no sentido da têmpora) ou fazendo uma curva suave (no caso da área sob o maxilar – e acompanhando o osso da mandíbula). Como o produto de maquiagem que escolhi para aplicar é translúcido, consegui um traço leve, que depois acabei de esfumar com um pincel macio (todos esses três acima, da Natura, da Océane com a blogueira Mariana Saad e um antiguinho que amo, da linha do Celso Kamura by Klass Vough, funcionaram bem).

O resultado, vocês podem conferir, ficou delicado.

Se acho este pincel supernecessário para agregar ao seu kit? Diria que em termos. Para quem já faz contorno facial com facilidade, pois tem o hábito de utilizar esse recurso de beleza, acredito que seja dispensável. Mas quem não costuma marcar os traços a toda hora e sente dificuldade na hora de se maquiar dessa forma pode sentir que a vida bem mais fácil quando se adota este acessório (ou um equivalente a ele). É um pincel de contorno para quem não sabe fazer contorno direito, eu diria. Ou seja, bem o meu caso!

A opinião da Carol

Testei este acessório de beleza em mim mesma e em várias clientes minhas (como vocês sabem, sou cabeleireira e maquiadora). O formato é bem novo para mim, então foi interessante experimentar e descobrir como usar.

Para usar direito, o mais importante é entender que este não é um pincel para esfumar, e sim para marcar. E isso, ele faz direitinho. Desenha o meio da bochecha e o lado inferior da mandíbula com precisão. Gostei de utilizar com produtos de contorno facial cremosos: as cerdas firmes e curtas + um produto mais deslizante ajudam a fazer traços no lugar certo com mais facilidade. Depois, é entrar com um pincel um pouco mais macio e flexível para esfumar o produto e diluir a marcação, para o resultado ficar mais natural.

E por falar dessa necessidade de completar o make passando um pincel mais fofinho sobre o risco, fiquei pensando que, no futuro, quando a Vult quiser dar uma atualizada na sua linha de pincéis de maquiagem, bem que podia ser uma boa ideia transformar este aqui em um pincel duplo: com uma ponta do jeito atual e, na outra, vir o tal pincel arredondado e de cerdas macias que mencionei. Seria o pacote completo, acho que facilitaria a vida da gente na hora de montar o nécessaire!

[Dica de produto cremoso legal? O dessa  paletinha aí acima, da Make Up For Ever, é uma boa opção, e a própria Vult lançou contornos cremosos recentemente – mas estes, o time das #4amigas ainda não começou a testar. O pincel ao lado, da The Beauty Box, ajuda a esfumar o traço]

A opinião da Letícia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Eu já conhecia e usava um pincel parecido, da marca americana ELF. Então, acabei gostando bastante deste pincel flat para contorno nº 21 da Vult. Acho que o modelo é prático para literalmente contornar o rosto todo nas áreas externas: maxilares, cantos e alto da testa, cantos do nariz e até riscar abaixo das maçãs. Isso porque, mesmo que você esteja fazendo o contorno facial com um produto de beleza em pó, ele cria uma marca, um rastro – quase uma espécie de “carimbo”. Isso facilita a visualização dos pontos de posicionar o contorno, mas, por outro lado, exige que a gente utilize um outro pincel de maquiagem, mais gordinho e fofo, para esfumar os traços. Mas ainda assim acho bem útil e uso sempre.

As cerdas são macias porém mais firminhas, curtas, e são bem apropriadas para esse tipo de uso. Ao contrário da Carol, não usaria este acessório para produtos de beleza cremosos; não por achar que não funcione, mas porque prefiro aplicar tudo o que é cremoso com uma esponjinha de maquiagem. É mais prático tanto para passar quanto para limpar depois – cerdas com resíduos de produto cremoso têm que ser lavadas contantemente, e nem sempre a gente tem tempo, concorda? Ou seja, na minha análise, ele é melhor para produtos em pó mesmo!

A opinião da Luisa

Experimentar este pincel foi um desafio pra mim. Não tenho nada parecido na minha coleção de pincéis de maquiagem específicos para o rosto, e não é à toa: eu gosto de contornos mais difusos e sempre dou preferência a pincéis mais moles e gordinhos, que me ajudam a conseguir esse efeito. Este pincel da Vult, percebi, tem vocação para fazer um contorno mais marcado, principalmente das bochechas, pois você aplica o pó bronzant/pó facial mais escuro fazendo um vai e vem. Em outras palavras, ele não serve tanto para esfumar de cima para baixo, em função do formato que tem – o que acontece é o contrário, deixa a marcação concentrada numa área mais limitada.

A forma que eu encontrei de conseguir um efeito bacana com este acessório de beleza foi usá-lo no início do processo de contorno e depois, com o pincel que já tenho costume de usar, esfumar o traço com um pouco mais de produto. Se o seu pincel sozinho já dá o efeito que você quer, tenho dúvidas se seria necessário você usar mais este.

Ah, dica importante: ao usar este pincel, você precisa ter um pouco mais de cuidado para não remover a base ou BB cream que passou antes. Como as cerdas são juntas, curtas e firmes, uma aplicação mais vigorosa pode acabar diluindo ou até retirando parte do produto que foi usado para preparar a pele.

E aí, você já testou este tipo de produto também? Conta para a gente, e aproveita para dizer o que está achando do projeto #4amigaseosmakesviajantes!

E se quiser conferir alguns produtos de contorno bacanas, este post traz algumas sugestões, confira!

Siga a gente no Instagram para ficar ligada nas atualizações do projeto #4amigas – para ficar por dentro de outras notícias de beleza também!

@carolapenda

@luisasuassuna

@leticiahomsi

@mceciliaprado

Fotos: acervo pessoal #4amigaseosmakesviajantes

Comentários

~ comentários Comentar

  • carregando...
  • Nenhum comentário.
Ver mais 96 comentários