Blog das convidadas

Rafaela Siqueira

As convidadas 1/3

Foi em 2009 que eu juntei paixão e trabalho. Sou formada em moda, trabalhava como produtora na Capricho e, naquele ano, fui convidada para assumir a editoria de beleza da revista. As áreas andam juntinhas, a gente bem sabe, mas nem passava pela minha cabeça que o amor por cosméticos pudesse virar carreira. Só que virou, e aí o vício do bem (como eu costumo pensar) fez sentido. Explico: por vício leia um interesse que veio da adolescência, uma coleção de livros e revistas da área e mais um bocado de maquiagem e de cosméticos em casa. Hoje já nem conto mais quantos batons tenho (mas tenho certeza de que já estão chegando a 100...). Como mudar é bom, deixei a revista - e o Brasil - para seguir uma temporada de estudos em Paris. Isso mesmo! No paraíso da beleza! Na cidade das farmácias imperdíveis! No berço de marcas incríveis! E é daqui que eu vou contar as novidades da beauté europeia, aguardem. À bientôt!

Solução micelar da Garnier: irmã gêmea do demaquilante Créaline?

Por Rafaela Siqueira em 01/04 | 0 |

O novo demaquilante da Garnier, à esquerda, e os seus já bem conhecidos equivalentes: as soluções micelares da Avène e da Bioderma

O novo demaquilante da Garnier, à esquerda, e os seus já bem conhecidos equivalentes: as soluções micelares da Avène e da Bioderma

Eu sou infiel. Pratico a infidelidade cosmética com frequência, mesmo que eu tenha aqueles 10 (15? 20?) produtos que eu não largue. E gosto de testar, principalmente, demaquilantes. Eles me atraem tanto quanto um batom novinho, vai entender…

A minha última compra dessa categoria foi o “Solution Micellaire Tout en 1“, da Garnier. Está no mercado há uns dois meses, confesso que eu não dei muita bola de início. Já faz um tempo que eu ando apaixonada por demaquilantes menos “tradicionais”, como óleos e manteigas. São maravilhosos, vai virar post em breve. Pro-me-to!

Voltando ao item da Garnier. O que me levou a comprá-lo foi o fato de ele lembrar o Créaline, famoso demaquilante da Bioderma presente em 10/10 backstages. Eu acho que esse hype é justificável, sim, mas quem o leva é essa categoria de demaquilantes: a solution micellaire. Vou poupar vocês do meu papo chato sobre as micelles, moléculas presentes na fórmula e que originam o nome, e pular pra polêmica (haha): quase todas as marcas daqui têm esse item, um demaquilante de fórmula aquosa, pra chamar de seu. E eu não vejo diferença enorme entre eles. Oh la la! Se você é do team Créaline, não me odeie.

Eu tenho o da Bioderma, a Lotion Micellaire da Avène, e agora esse da Garnier. Antes, só usava esses produtos como demaquilantes mesmo. Mas eis que, depois de algum tempo em Paris – drama: estou aqui há mais de um ano e minha pele pede socorro – eles substituíram a água. Limpo e demaquio meu rosto com eles. Assim vou tentando evitar que a água péssima dessa cidade linda agrida a minha pele. Ah, essa “mania” de beauté é bem comum por aqui. Já vi Garance Doré e outras blogueiras francesas falando disso. Não é frescura, gente!

Por conta de tudo isso, fico superfeliz com esse lançamento da Garnier. O preço é ótimo (5,65 €, no supermercado Monoprix), ele faz o trabalho direitinho e ainda conseguiu retirar melhor os meus batons escuros que o Créaline, por exemplo. Tenho usado em mim e nas aulas na escola de maquiagem (sim, estou fazendo um curso – assunto para outro post futuro…). Não vou jamais abandonar o Créaline, mas é tão bom se encantar com um produto novo, bom e barato, certo? E viva as “coincidências” na indústria cosmética!

Um pedido: dividem comigo os seus demaquilantes preferidos? Sou curiosa e quero sempre boas indicações!

Foto: Rafaela Siqueira

Comentários

~ comentários Comentar

  • carregando...
  • Nenhum comentário.
Ver mais 96 comentários