Blog das convidadas

Carol Lapenda e Luisa Suassuna

As convidadas 1/3

Nós nos conhecemos num curso do Liceu de Maquiagem, em São Paulo, em 2012. As nossas histórias eram parecidas: estávamos deixando nossas carreiras originais para abraçar a profissão de maquiadora (uma era administradora formada em moda e a outra psicóloga, imaginem!), nossos filhos tinham a mesma idade, ambas éramos nordestinas... Nos conectamos na hora! Mantivemos contato até que em 2014 surgiu a idéia de criar o Maquiagem para Sinceros, um instablog dinâmico que falasse de maquiagem sob a perspectiva do profissional maquiador, coisa rara na internet até então. De lá pra cá, já colhemos ótimos frutos desse trabalho, inclusive o convite para colaborarmos aqui com o Blog das Convidadas do Beauty Editor! Neste espaço vamos contar todas as novidades do mundo da beleza no Nordeste. Se você é daqui também, se jogue nas dicas! E se não é, aproveite para conhecer salões, lojas e dicas que vão além daqueles do eixo Rio-São Paulo – a gente vai adorar falar com você sobre eles.

Cosméticos para bebês: minhas dicas para escolher perfumes, sabonetes e mais!

Quais os meus produtos favoritos na hora de cuidar da pele do meu bebê

Por Carol Lapenda e Luisa Suassuna em 07/09 | 0 |

Eu lembro que a primeira ida do meu filho mais velho ao pediatra foi motivo para eu e meu marido levarmos uma infinidade de itens na bolsa, inclusive uma garrafa térmica com água morna e uma caixa cheia de discos de algodão especialmente para limpar o Rafa na hora da troca da fralda. Quando chegamos lá, a pediatra nos mostrou uma novidade: lenços umedecidos específicos para bebês recém-nascidos, próprios para limpar sua pele tão delicada. Uau, mal pudemos acreditar naquela maravilha! A médica achou graça da nossa reação e nos disse que, apesar de não indicar para uso contínuo, eles poderiam sim ser utilizados quando saíssemos de casa. O que facilitou nossa vida – um respiro muito bem vindo para quem já tem tantas outras preocupações ao lidar com uma criança pequena.

Cinco anos depois, eis aqui eu de novo às voltas com o assunto cuidados com bebê. Dessa vez por conta de Guga, meu caçula de 4 meses (que vocês podem conhecer abaixo!). Mas, ao contrário daquela época, fiquei feliz em constatar nas prateleiras dos mercados e das farmácias uma variedade muito maior de produtos especialmente destinados a bebês recém-nascidos ou em seus primeiros meses.

IMG_6445 editado
O meu favorito, sem dúvida, é a fralda RN, que absorve o cocô líquido característico dos primeiros dias de vida. Quem inventou isso tem o meu respeito e admiração, pois vários “acidentes” e ciclos de lavagem foram evitados aqui em casa graças a ela. Mas a rotina de higiene de um bebê novinho envolve muito mais que fraldas descartáveis! A pele nessa fase é mais fina e permeável, portanto muito mais sensível a todos os agentes externos. Então, todos os produtos que marcam presença no trocador e na banheira – como pomadas, colônias, cremes, óleos… – precisam ser escolhidos com o maior cuidado.
Quando a ideia de escrever sobre minha experiência com esses cosméticos surgiu, eu fiquei super animada, e posso dizer que experimentei bastante coisa! Apesar de não ter testado todos os produtos de todas as linhas, foram escolhidos itens diversos de 12 marcas diferentes (GranadoPomPomCetaphil, Johnson’sDesitinBebê NaturezaFisher PriceDovePampersBepantolDermacydHuggies Turma da Mônica), o que já é bastante coisa! Então eu vou contar aqui quais foram os que mais gostei por categoria.
Lenço umedecido
PicMonkey Collage 2 555
 Aproveitando a história que contei há pouco, vamos começar falando sobre lencinhos umedecidos, esse produtinho milagroso que salva a vida da gente na hora de trocar a fralda, de limpar as mãos e até de tirar aquela mancha de leite da roupa. Eu uso o tempo todo e digo que não vivo sem!
Mas se é pra usar com frequência, não dá pra ser qualquer um, senão a pele do bebê não aguenta. Por isso mesmo, escolhi testar aqueles que alegavam ser próprios para bebês recém-nascidos ou que tinham alguma palavra como “sensitive” na embalagem, pois seriam mais delicados. As marcas que testei foram: Granado, Johnson’s, Bebê Natureza, Fisher Price, Pampers, Dove e Huggies Turma da Mônica.
A primeira coisa que percebi é que nas embalagens sempre há alguma observação sobre a fórmula do produto, como “não contém álcool” ou “sem fragrância“. Esse detalhe de formulação é fundamental nessa fase! Só que tão importante quanto os ingredientes é a consistência do lencinho em si, e isso muitas vezes passa despercebido. Conforme fui experimentando, percebi que alguns eram mais macios do que os outros! E aqui aproveito para dar uma dica: se você estiver na dúvida se o lencinho é realmente delicado, experimente usá-lo no seu rosto para limpar a pele. O que queremos aqui não é avaliar o poder de limpeza do lencinho, mas perceber a sensação dele em contato com a sua pele, que também é delicada. Vale a pena!
Depois de esgotar os pacotinhos escolhidos para teste, posso dizer que todos limpam bem, porém os que mais me agradaram no conjunto “fórmula + consistência” foram: Johnson’s Baby Recém-Nascido, Huggies Turma da Mônica 100 primeiros dias (fórmula 99% à base de água, que bacana!) e Pampers Sensitive, sendo que os dois últimos têm as toalhinhas mais espessas e macias. Fiquei encantada!
Gel de banho
PicMonkey Collage 555
Lembro muito bem que no curso para pais que fizemos há muitos anos, foram recomendadas apenas 3 opções para dar banho nos bebês: Johnson’s Baby Recém-nascido Sabonete Líquido Corpo e Cabeça, o Sabonete de Glicerina Granado Bebê e o Dermacyd Infantil Para Todo o Corpo. Pois eu experimentei esses três e ainda mais o Sabonete Líquido Corpo e Cabeça Huggies Primeiros 100 dias Turma da Mônica, o Sabonete Espuma Glicerinado PomPom e a Espuma de Banho da Cabeça aos Pés Dermopediatrics Cetaphil.
Como hoje em dia eu dou dois banhos em Guga por dia, acho super importante ter um produto com a fórmula bem delicada. Vou aqui começar falando do produto que foi o meu favorito assim que ele nasceu: o Johnson’s Baby Recém-Nascido. Ele é super suave, quase sem fragrância, não agride os olhos e tem pump (gente, pra mim a embalagem de sabonete para bebê tem que ter pump!).
No primeiro mês de Guga, eu também tomei banho com esse mesmo produto porque não queria ficar com nenhum cheiro forte de sabonete. Aliás, nesse momento em que o cheiro da mãe é um fator superimportante para o fortalecimento do elo entre ela e o bebê, usar um sabonete como esse é uma ótima ideia!
Outro que experimentei mais recentemente e que me agradou tanto quanto o da Johnson’s foi o Espuma de Banho Dermopediatrics da Cetaphil. A maior diferença entre os dois é que esse é uma mousse de consistência maravilhosa (também sem fragrância, também delicada com a pele).
Agora com Guga maiorzinho, também gosto de usar produtos que seguem a mesma linha de suavidade, mas que têm mais um pouquinho de fragrância. Descobri o Sabonete Espuma Glicerinado PomPom que é um líquido que vira mousse. O cheiro é uma delícia e limpa na medida certa! Outro também que eu estou adorando é o Huggies 100 primeiros Dias Turma da Mônica. Muito suave e, ao mesmo tempo, um perfume maravilhoso!
Colônia
PicMonkey Collage 3 555
Essa é uma categoria meio difícil de analisar já que fragrância é um assunto que depende do gosto de cada um. Ainda assim, eu acredito que todas as mães queiram produtos sem álcool e de fórmula suave, pelo menos nos primeiros meses do bebê. Deixei a clássica e já bem conhecida lavanda Johnson’s de lado e testei as colônias PomPom, Bebê Natureza, Huggies Turma da Mônica, Dove e Fisher Price.
Falando um pouco do minhas preferências, eu gosto de fragrâncias mais “fresquinhas” e sem muita distinção de gênero, como algumas marcas até gostam de propor. E prefiro produtos que não tenham o cheiro muito forte. Só gosto de perceber o cheirinho quando eu dou aquela cafungada no cangote do bebê, sabe como é?
Pois bem, dito isso, minhas colônias favoritas foram as da Bebê Natureza e da Fisher Price: cheirinho supergostoso, seja para usar em menino ou menina. Eu coloco um pouquinho na roupa, um pouquinho na cabeça e pronto, o Guga fica perfumado, mas nada over. As da Turma da Mônica e da PomPom, por sua vez, têm uma fragrância menos de colônia e mais de banho, de sabonete de criança. Por fim, a da Dove é a mais marcante, lembra bem a do famoso sabonete da marca. Quem é fã do cheirinho característico dos produtos da linha certamente vai gostar desta aqui.
Pomada
Gente, quanta opção!!! Fiquei impressionada com a variedade de pomadas e cremes preventivos de assaduras que encontrei nas farmácias! Experimentei os produtos de cinco marcas (Bepantol, Desitin, Dove, Fisher Price e Bebê Natureza) mas tive a sensação de que não cobri nem uma pequena parte do que vi!
O que eu pude perceber é que há dois grupos distintos aqui: os cremes leves, que fazem parte de alguma linha já existente de cosméticos para bebês (os que experimentei: Dove, Fisher Price e Bebê Natureza), e os cremes mais “serviço pesado”, com uma pegada um pouco mais “médica” (os que experimentei: Bepantol e Desitin).
Do primeiro grupo, todas têm as mesmas características: fáceis de espalhar, cheirosinhas e também fáceis de remover. É necessário reaplicar sempre e generosamente, pois a cada troca a pele aparentava estar quase sem proteção (fiquei com impressão de que o xixi e o contato com a fralda removiam o produto). Eu não utilizaria esses cremes exclusivamente, mas acho ótimos para se usar nas trocas que antecedem os banhos, pois na hora da banheira a pele já estava quase sem produto, tornando a limpeza mais fácil.
Quanto aos itens do segundo grupo, acho os dois muito eficientes, sendo aqui uma questão de preferência pessoal. A Bepantol é meu xodó desde a época do meu filho mais velho e segue como a minha pomada favorita. Gosto do fato dela ser transparente, de render bastante, de deixar a pele visivelmente protegida por muito tempo e de ter um poder de proteção muito grande. Eu sei que isso varia muito de bebê pra bebê, mas com meu filho mais velho, mesmo nas fases de dentição, uso de antibiótico ou de introdução alimentar, ele seguia sem assaduras. Tomara que seja assim também com o caçula!
Desitin segue o mesmo estilo, porém ela é branca, um pouco mais espessa. O bico dosador mais largo fez com que eu gastasse mais produto – mas certamente uma pessoa mais habilidosa do que eu conseguiria fazê-lo render tanto quanto a Bepantol. Ainda não passei por “provas de fogo” com ela, como dentição, etc, mas acredito que tenha um bom desempenho nessas circunstâncias também, pois percebi que agarra bem na pele.
IMG_6605 editado
Fora os itens dessas quatro categorias, há ainda outros produtos que não fazem parte da minha rotina com bebê mas que muitas mamães usam, como hidratantes e óleos. Em cidades de clima quente como a minha, eu posso dizer que boa parte das mães não usa esse tipo de produto em seus bebês, pois prefere deixar a pele fresquinha, livre de qualquer cosmético que aumente a sensação de calor. Aliás, já bastam a fralda e a pomada fazendo isso o tempo todo, não é mesmo?
Mesmo assim, preciso dizer que gostei do óleo próprio para recém-nascidos da Johnson’s. Usei para fazer massagens em Guga antes do banho (assim a pele fica com o óleo durante pouco tempo) e também no cotonete para limpar as orelhas e o umbigo dele. Ah, inclusive, durante as minhas gestações, eu misturava um pouquinho de óleo de bebê no meu hidratante para dar um boost e ajudar na prevenção das estrias. Truque bom!
E depois de tanto detalhe sobre tanto produto, espero que esse post ajude na hora de escolher o que usar no seu bebê! Se tiverem qualquer outra recomendação ou dúvida, deixem aqui nos comentários!
Por Luisa Suassuna
Fotos das montagens: divulgação
Fotos Guga e Luisa: arquivo pessoal

Comentários

~ comentário Comentar

  • carregando...
  • Nenhum comentário.
Ver mais 96 comentários