Blog das convidadas

Katia Maluf

As convidadas 1/3

Comecei a carreira como jornalista e trabalhei como repórter e editora nas revistas Elle, Claudia e Interview. Mas o convívio com o mundo da beleza e da moda acabou me levando para um outro lado: me transformei em uma expert em cosméticos. Primeiro, fui ser gerente de produto da categoria esmaltes na Impala. Esse cargo fez com que eu me tornasse uma pessoa muito detalhista – até mesmo chata … – no que se refere a cor. Depois, me mudei para a Califórnia, nos Estados Unidos, onde há sete anos dirijo os negócios da Markwins International (empresa que inclui as marcas Wet n Wild, Physicians Formula, The Color Workshop, Black Radiance e Front Cover) para a América Latina. Aqui no Beauty Editor, vou contar as descobertas que faço nas drugstores e beauty boutiques americanas.

Condicionador limpante para o cabelo: esta moda vai pegar você?

Por Katia Maluf em 27/02 | 4 |

beleza-beauty-editor-blog-das-convidadas-katia-maluf-condicionador-limpante-nova-moda-para-cuidar-do-cabelo-2

Lavar o cabelo anda um pouco fora de moda… pelo menos aqui nos Estados Unidos. Mas calma, antes de explicar porque, deixa eu fazer uma viagem rapidinha no tempo.

Quando eu era mais nova e teimosa, minha dermatologista (aí no Brasil) recomendou que eu lavasse menos o meu e fui completamente contra. Achei um ultraje ela sugerir que eu andasse por aí com o cabelo sujo. Hoje, muitos anos depois, percebi, com a prática, que a doutora tinha razão. Além de aumentar a duração da tintura, desacelerar a frequência das lavagens também garante fios mais macios e brilhantes, já que dá a oportunidade para que os óleos naturais protejam e hidratem o comprimento. E, com o tempo, o cabelo aprende a “aguentar” mais tempo sem ficar com aparência de mal cuidado. Então, apesar de ainda não fazer parte da turma que lava a cabeça só esporadicamente (só espacei um pouco mais as lavagens), resolvi experimentar uma moda que está pegando por aqui: a dos condicionadores limpantes (cleansing conditioners).

Liderado pela linha Wen, do cabeleireiro Chaz Dean, o movimento defende a ideia de que os detergentes presentes nos xampus fazem mal para o cabelo e para o couro cabeludo, deixando-os excessivamente secos. A formulação destes condicionadores é carregada de agentes condicionantes, mas fraca em agentes limpantes. Com o sucesso do Wen – que é vendido pela televisão (num canal chamado QVC, que é como o Shoptime daí), pelo site e nas lojas Sephora, marcas mais mainstream, como L’Oréal Paris e Pantene, também já lançaram os seus, de preço mais acessível e à venda em drugstores.

Eu experimentei o Wen Sweet Almond Mint, que é o carro-chefe da linha e indicado para todos os tipos de cabelos. A instrução é aplicar no cabelo molhado, massagear, deixar agir enquanto você toma banho e enxaguar. Fácil.

A primeira coisa que chamou a minha atenção é que o produto não faz espuma (o que tem sentido, devido à ausência de químicos detergentes). A segunda foi a quantidade recomendada para cada aplicação (24 a 32 apertadas no pump para cabelos longos, como os meus). Com o preço do frasco a US$ 32 na Sephora, é sofrido ver que não dá para muitas lavagens. Mas, usando um produto só, você economiza no shampoo… E, se você se converter em usuária fiel, pode se inscrever no programa de “assinaturas” para receber os produtos mensalmente em casa por um preço mais baixo (eu não estou pronta para este comprometimento).

Após o primeiro uso, já percebi o cabelo bem mais macio e maleável, e isso se manteve ao longo das duas seguintes lavagens. Mas também comecei a observar que ele estava mais pesado, já que a leve ação limpante não livra os fios do acúmulo de produtos leave-in. Depois de três lavagens, senti a necessidade de voltar para o xampu e adorei a sensação de cabelo limpo, soltinho e cheio de movimento. Mas senti falta da maleabilidade… (sim, eu quero tudo!)

Como é o caso de quase tudo, os resultados são diferentes para cada pessoa. Eu acredito que, no caso destes produtos, a persistência deve valer a pena. Há uma legião de mulheres (incluindo celebridades como Brooke Shields, Angie Harmon e Alyssa Milano) que jura nunca mais voltar ao shampoo e garante que os benefícios da fidelidade incluem cabelos que crescem mais rápido, fortes, com menos frizz e mais brilho e maciez, além de cor que se mantém por mais tempo. Eu, pelo menos por agora, fico no meio termo: gosto do resultado a curto prazo, mas não consegui me adaptar ao uso contínuo. Então, alguns dias por mês me entrego ao condicionamento delicioso do Wen (duas ou três lavagens sequenciais) e depois volto à duplinha shampoo + condicionador normal.

Foto: Katia Maluf (Wen Sweet Almond Mint)

Comentários

~ comentários Comentar

  • carregando...
  • Nenhum comentário.
Ver mais 96 comentários