Blog das convidadas

Quatro amigas e os makes viajantes

As convidadas 1/3

Uma jornalista especializada em beleza, duas maquiadoras, uma repórter/blogger e uma única missão: avaliar em conjunto os lançamentos mais recentes de beleza e contar para você todas as nossas impressões e conclusões. Resenhas de produtos escritas a oito mãos por Carol Lapenda, Letícia Homsi, Luisa Suassuna e Maria Cecília Prado

Resenha de produto: base Hot Makeup Natural Perfection por #4amigas

Por Quatro amigas e os makes viajantes em 07/07 | 0 |

Uma base em stick com primer no meio? Existe. E desde que, alguns meses atrás, a marca de beleza Hot Makeup apresentou a base Natural Perfection (R$ 139, [41] 3014 9991), a Cecília, que esteve no lançamento em São Paulo, ficou intrigada a respeito da proposta deste produto de make e sobre como ele funcionaria. Será que daria certo aplicar um primer e uma base exatamente ao mesmo tempo? E qual seria o resultado? Então, além de experimentar ela mesma a novidade, decidiu dividir com as outras três amigas o teste do cosmético – algo diferente assim bem que merecia ser avaliado pelo projeto 4 Amigas e os Makes Viajantes! Descubra agora o que cada participante do grupo achou dessa proposta incomum de  maquiagem.

A opinião da Carol

Normalmente, fujo das bases com formato em bastão. Não costumo gostar do acabamento que esse tipo de produto de beleza costuma deixar no meu rosto – percebo que elas têm uma cobertura mais pesada por causa da sua consistência cremosa e densa e que o resultado, quando a maquiagem está pronta, é uma pele na qual os poros gritam e em que percebo acúmulos nas regiões mais ressecadas.

Esta aqui da Hot Makeup, no entanto, foi uma ótima surpresa. No primeiro dia em que apliquei, já notei que deixou minha pele com uma aparência bem cuidada, mas de uma maneira leve, natural. E também me surpreendi com o toque: é bem macio, aveludado. O acabamento fica entre o cremoso e o matte.

Minha impressão é de que essa textura agradável, confortável mesmo, se deve ao fato de a base já vir com um primer agregado. Deixa eu explicar melhor: quando olhamos a base de cima, percebemos que ela é dividida em dois círculos concêntricos. No de fora fica a base propriamente dita. No de dentro, uma espécie de cerinha siliconada – o primer. Quando aplicamos a base no rosto, acaba por acontecer uma mistura entre base e primer que tanto facilita o espalhe – ela desliza superbem sobre a pele – como deixa o resultado muito legal – dá a naturalidade que eu mencionei antes.

Uma observação sobre minha experiência com esta base Hot Makeup que acho importante fazer. Adorei aplicar o produto diretamente no meu rosto, fazendo alguns riscos, e depois espalhar com os dedos. Acho que é um gesto mais simples e que traz delicadeza para o acabamento. Quando tentei passar com pincel, não gostei tanto do resultado: achei que minha pele ficou com um aspecto mais pesado.

Resumo do teste: gostei tanto deste produto de beleza que doeu um pouco no coração colocá-lo na caixinha dos Correios e mandá-lo para a Luisa experimentar (enfim, faz parte… é a mecânica do nosso projeto #4amigas, né?). E usar esta base também foi ótimo em outro sentido: me estimulou a, no futuro, olhar com mais interesse e sem preconceitos para produtos de maquiagem com esse formato. Base em stick pode ser bacana, sim!

A opinião da Cecília

Começo minha parte da review fazendo um mea culpa: esqueci de tirar foto com esta base antes de enviá-la para a Carol, a segunda na linha de testes. Então, desta vez não vou incluir clique usando a maquiagem da resenha. Mas, para tentar consertar um pouco a coisa, fui a uma Sephora para registrar a textura na mão, e acabei decidindo fazer um swatch duplo. À esquerda, a Hot Makeup Natural Perfection na cor  NP55, que foi a que testamos. À direita, um tom na mesma altura da Ultra HD Stick Foundation, da Make Up For Ever, que é a base em stick de que eu mais gosto – o meu padrão ouro de qualidade, digamos assim. Explico porque.

A da Hot Makeup, graças à mistura com o primer que já vem com ela (no centro do bastão, como a Carol bem explicou acima), é um pouco mais fluida e translúcida. Então, ganha pontos em leveza. A da Make Up For Ever tem mais pigmentação e cobertura – forma uma camada mais inteiriça (mas fininha, é bom frisar!) sobre a pele. Por isso, é ótima para cobrir todo tipo de imperfeição. Quis mostrar as duas para que você consiga entender que os efeitos são diferentes; hoje, a sofisticação e a diferenciação entre os produtos de beleza é tão grande que até mesmo cosméticos de uma mesma subcategoria – no caso, base em bastão – podem oferecer resultados bem diferenciados.

A cor que usamos funcionou bem para meu tom de pele – a fusão, em termos de nuance, foi ótima. Porém, sobre o aspecto final, tenho restrições a fazer. No meu caso – uma mulher com mais de 40 anos, pele entre mista e normal e poros evidentes, principalmente na região central do rosto –, acho que a combinação entre primer com textura de cera + base aplicados ao mesmo tempo não funcionou 100% bem. Os poros ficaram evidentes – a cobertura intermediária acabou colocando-os em foco. E achei que a pele não ficou muito viçosa; o acabamento mais para o fosco não valorizou minha aparência. Fiz testes trocando várias vezes o hidratante que estava utilizando sob o make, e o resultado foi sempre parecido.

Minha conclusão: esta é uma base para peles mais jovens e para quem prefere acabamento sequinho. Se você, como é o caso das outras três amigas, mora em uma cidade de clima quente e se identifica com as características acima, tem tudo para gostar. Se morar em um lugar de clima mais para o temperado ou frio e for um pouco mais velha, como é o meu caso, teste na loja antes. Assim, vai entender melhor como o produto funciona na sua pele antes de comprar.

A opinião da Letícia

Pele com base Hot Make up

A primeira coisa que senti ao abrir a embalagem da Natural Perfection foi um pouco de receio. Conto porque: quando penso em maquiagem em stick, a primeira coisa que me vem à cabeça são aquelas bases mais pesadas, grossas, até mesmo meladas, de marcas menos refinadas (e que nunca funcionaram direito na minha pele). Mas esta me surpreendeu super positivamente.

Quando você aplica, acha que ela é meio grossa, sim. Porém, é só começar a espalhar para perceber que é muito fácil de esfumar, formando uma cobertura uniforme. A fórmula fixa bem e tem uma cobertura entre média e alta (depende da quantidade de produto que você usa).

Experimentei aplicá-la de duas maneiras diferentes. Na primeira vez, preparei a pele com um creme hidratante com filtro solar e só depois passei a base. O make durou o dia todo, não interagiu de uma forma negativa com o produto de tratamento, não. Apenas na área onde os óculos se apoiam no nariz é que percebi que o produto saiu um pouquinho – mas nada muito grave. Na segunda vez, apliquei com a pele limpa, sem nada por baixo, e esfumei com uma esponjinha. A maquiagem ficou ainda mais intacta e se manteve bonita e viçosa – e sem oleosidade – durante o dia inteiro. Adorei!

A opinião da Luisa

Eu sou mais uma do grupo que também tinha receio de usar base em bastão e que se surpreendeu ao gostar do produto! Em primeiro lugar, a base é muito “user friendly”, porque é só fazer alguns riscos no rosto (um na testa, um em cada bochecha e alguns mini riscos nas áreas menores como olheiras, queixo, nariz…), espalhar e pronto! A base transfere com facilidade para a pele, não precisa fazer pressão nem passar mais de uma vez, é super fácil de espalhar, seca rapidinho… A experiência da aplicação é bem prática, sabe? Achei isso muito bacana!

Na foto acima, dá pra ver a quantidade de produto que ficou na minha mão só com uma passada. Então em pouco tempo temos o rosto pronto, com cobertura média/alta, acabamento semimate e duração boa. Lembrando que moro em cidade quente e úmida e minha pele é mista.

Fiz questão de testar em dois instantes: no dia a dia, quando usei a Natural Perfection sozinha, e em um jantar especial em que eu fui com uma make bem caprichada (olha a foto aí!). Digo que nas duas ocasiões ela funcionou super bem, inclusive pude ver que ela “conversou” muito bem com outros produtos, como pó e corretivo. A única besteira que fiz foi tentar intensificar o efeito fazendo mais riscos no rosto, o que resultou num excesso de produto que não tinha como resolver! Peguei um lencinho de papel, pressionei sobre o rosto tirando uma parte, voltei a espalhar e tudo certo. Então é bom não se empolgar como eu e sair riscando o rosto todo, rsrsr! Ela rende!

Ah, e vale registrar: gostei muito da cor da base. Nem muito amarelada, nem muito rosada, bastante versátil. Tanto que nós quatro conseguimos usar o mesmo tom sem nenhuma dificuldade, e olhe que somos 4 meninas de tons de pele bem diferentes!

Tenho só duas observações a fazer. Primeiro: a base tem um cheiro de cera. Você não percebe tanto depois que espalha sobre a pele, mas é bem intenso no tubo. Não chega a ser desagradável, mas não é muito cosmético, não sei se você me entende… Além disso, o produto rachou na base (dá pra perceber na foto que ele tá tortinho) o que não chegou a atrapalhar pois ele não descolou da embalagem, mas não sei como seria conforme o bastão fosse ficando mais curto… Tenho certeza a fórmula cremosa, o uso direto do bastão sobre a pele e o clima quente da minha cidade são fatores que contribuem para isso, mas de qualquer forma vale pontuar. No mais, adorei esta novidade de beleza!

Curtiu este post do projeto #4amigaseosmakesviajantes ? Então cheque as outras resenhas já publicadas aqui no Blog das Convidadas. E acompanhe a gente no Instagram para checar atualizações do projeto e outras novidades de beleza!

@carolapenda

@mceciliaprado

@leticiahomsi

@luisasuassuna

Fotos: arquivo pessoal #4amigas e divulgação marca

Comentários

~ comentário Comentar

  • carregando...
  • Nenhum comentário.
Ver mais 96 comentários