Blog das convidadas

Vanessa Ventura

As convidadas 1/3

Cacheada assumida e apaixonada por novidades de skincare e de maquiagem, eu vivo a paixão pela beleza desde criança, quando adorava passar creme anti-idade escondido. Além de blogueira de beleza (já conhece o Belícia?), sou formada em RP e pós-graduada em Gestão de Marcas, o que me fez desenvolver um olhar atento para o comportamento das empresas diante de seus consumidores. Será que as marcas já sabem lidar com as mulheres negras e com cabelo afro? No Blog das Convidadas, minha missão é mergulhar fundo nos lançamentos nacionais e internacionais e contar para você o que há de bacana para o nosso segmento. Chega de sofrer para encontrar a base certa ou o creme milagroso!

Protetor solar para beleza negra: La Roche-Posay Anthelios Airlicium

Por Vanessa Ventura em 04/01 | 2 |

O Anthelios Airlicium, protetor solar da La Roche-Posay conhecido pelo seu toque sequinho, já é um amor antigo. Usei o meu na versão tradicional (o branquinho), com FPS 70, até acabar, e gostava muito da sensação de controle de oleosidade que esse produto de beleza trazia para minha pele, além do alto fator de proteção.

Porém, tinha um probleminha que atrapalhava minha relação com o Airlicium: sua tonalidade esbranquiçada, que não desaparecia totalmente na pele após a aplicação e me obrigava a cobri-lo com base sempre que eu o usava. Isso pode não ser um problema para muitas pessoas, mas eu não curto usar base no dia a dia (aliás, quase nunca) e me incomodava com a “obrigação” de disfarçar o aspecto esbranquiçado com maquiagem. Além do mais, o visu “fantasma” é um problema típico na hora de buscar protetor solar para pele negra, justamente porque o branco do filtro se sobressai ainda mais sobre nossa cútis.

Já existia no mercado uma versão do Anthelios Airlicium com cor, que eu até recebi da assessoria num encontro, mas ele era em um tom de bege que, embora sugerisse ser adaptável a todas as peles, inegavelmente não funcionava em mulheres muito brancas, morenas médias ou negras.

Quando a Maria Cecília Prado, aqui do Beauty Editor, me propôs experimentar o novo Airlicium, que agora tem três opções de tonalidade – pele clara, pele média e pele escura –, fiquei empolgada e topei na hora. A assessoria foi super parceira e me enviou rapidamente o protetor solar para pele negra (chamado de “Pele Morena Mais” no rótulo), que comecei a usar já no dia seguinte. Seria um amor de verão digno de subir a serra?

A primeira coisa que me surpreendeu positivamente foi que a cor se encaixa exatamente no meu tom de pele. Não fica amarelada, não fica amarronzada ou avermelhada, ela simplesmente se funde direitinho! Acredito que seja adaptável a uma certa gama de mulheres morenas/negras – aquelas com uma beleza um pouco mais clara ou um pouco mais escura. Embora esse fator tenha me animado, dá para perceber  que meninas muito mais morenas do que eu ainda precisarão esperar um pouco mais para achar seu Airlicium perfeito – afinal, o que eu recebi foi a versão mais escura das três, que dificilmente irá se adequar a peles retintas

Minha pele no meio do dia, depois de passar a manhã na rua com o Anthelios Airlicium

Usei o La Roche-Posay Anthelios Airlicium tanto no dia a dia do escritório como em uma ida à praia e num dia recheado de muitas coisas para resolver na rua, sob o sol quente de Salvador. Em todas elas, achei que o protetor solar se manteve digno, sem acumular nas linhas ou poros, sem criar oleosidade a mais (no fim do dia, claro que eu estava menos sequinha, mas o mesmo aconteceria sem o protetor) ou mesmo sem “derreter” pelo contato com água ou suor. Também cheguei a receber elogios sobre a uniformidade da minha pele, coisa em que o protetor com cor ajuda, pois ele disfarça pequenas diferenças de tom, como manchinhas, e até mesmo suaviza as olheiras.

Para retirar o protetor, como ele é colorido, não confio somente no sabonete, então vou de demaquilante sempre. Acho uma forma mais garantida de retirar todos os resíduos, até porque, como a Maria Cecília me alertou, mesmo protetores não coloridos aderem bastante à pele, sendo importante ficar atenta à limpeza para removê-los por completo. A beleza é feita também desses cuidados com detalhes, concorda?

Por todas essas qualidades, fiquei meio viciadinha no Anthelios Airlicium e estou usando todos os dias quando saio pela manhã. O único porém é que, nesse período de testes, surgiram pequenas espinhas na minha testa, onde fica a franja – elas não existiam antes, então acredito que a junção de cabelo sobre a pele + protetor com cor (que, de certo modo, é uma makeup) acabou obstruirndo alguns poros. Vou continuar observando para ver se essa impressão tem sentido, mas não penso em abrir mão dessa descoberta, não – os prós desse protetor solar com efeito maquiagem batem de longe esse contra. Só pretendo caprichar mais nos gadgets de limpeza e na esfoliação para combater esse efeito!

E você, tem algum protetor solar para pele negra do coração que esteja usando neste verão?

Fotos: Vanessa Ventura

Comentários

~ comentários Comentar

  • carregando...
  • Nenhum comentário.
Ver mais 96 comentários